Esportes

Dia dos Namorados - Amor e poeira no ar

Unidos pela paixão por adrenalina, casal de advogados de Curitiba encontrou nas provas de Rally Cross Country de Velocidade a oportunidade para curtir a vida a dois

Provas de rally representam uma excelente oportunidade para viajar, conhecer belos cenários e ainda fazer novas amizades. Para o casal de advogados Marcelo e Luciani Maronezi, que há quatro anos disputa competições regularmente, as provas também permitem reforçar os laços do casamento afinal, correndo lado a lado, eles encontram um tempo pra ficar juntos e aproveitar essa paixão pela adrenalina.

Marcelo sempre foi apaixonado por velocidade e começou a disputar provas de rally em 1997. Ele conta que a primeira participação da esposa em provas deste tipo foi em 2016, quando disputaram o Rally das Araucárias. “Conquistamos o segundo lugar na categoria 4x4 e a partir daí ela tomou gosto pelo esporte e resolveu aprender as artes da navegação. No início achei que não gostaria, pois o esporte nada tem a ver com o dia a dia de uma magistrada”, conta o piloto paranaense. Para sua surpresa Luciani Maronezi gostou tanto, que passou a estudar e hoje se revela uma navegadora muito competente e aplicada.

“Resolvemos correr juntos, pela confiança, pelo companheirismo, e também para ter uma válvula de escape do trabalho estressante do dia a dia. As provas requerem atenção, técnica, concentração é muito esforço físico, mas voltamos revigorados para os desafios diários. E os resultados só aparecem quando há integração total da dupla”, conta Luciani.

Os primeiros passos e incentivos vieram dos amigos e concorrentes das provas de rally de velocidade. “Embora seja um esporte de risco, as provas seguem critérios rigorosos de segurança, dentro do padrão da Federação Internacional de Automobilismo. Um erro pode custar a prova, o carro ou até alguns ossos quebrados. Então, a integração de piloto e navegador é fundamental para ter um bom resultado”, conta Marcelo Maronezi.

Ele conta, orgulhoso, que mesmo tendo pouca experiência, a esposa conseguiu completar o Rally dos Sertões sem nenhum erro, o que rendeu o terceiro lugar da categoria numa das provas mais concorrida do país. “Um navegador tem que ter domínio de tempo e espaço, noção de localização e velocidade, ótima interpretação da planilha, conhecimento de GPS, atenção a cronômetros e principalmente total domínio no equipamento hodômetro e a Luciani se revelou uma excelente parceira”, diz o piloto.

Para essa temporada, o piloto paranaense Marcelo Maronezi e a navegadora Luciani Maronezi têm como objetivo pontuar para o campeonato nacional e também preparar o carro para o Rally dos Sertões, onde defendem a terceira posição alcançada ano passado. Eles contam com o apoio da Via Jap, Facilit Construções e Reformas, Itaguajé Futebol S/A e dos Padrinhos do Hospital Erasto Gaertner. A próxima prova do certame brasileiro é o Rally de Lages, que acontece no dia 30 de junho.

Colunas

Antonio Fagundes vem a Curitiba com a comédia Baixa Terapia

Assistida por mais de 90 mil expectadores em São Paulo, a peça que rendeu o prêmio Shell de melhor atriz para Ilana Kaplan, segue em turnê nacional. Ela chega em única apresentação na capital paranaense, dia 6 de maio, no Guairão

Continue lendo

Porteiros terceirizados

Por Luiz Fernando de Queiroz

Continue lendo

Personalidade, elegância e sustentabilidade

Em sua 25ª edição a mostra CASACOR PARANÁ 2018 é reconhecido como um dos maiores eventos de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas

Continue lendo

Nova loja em Curitiba

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Não basta vigiar o papel

Por Luiz Fernando de Queiroz

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017