Arquitetura & Decoração

Arquiteto dá dicas de decoração da casa para o fim de ano

Dependendo do tamanho do imóvel, é possível fazer uma reforma mais elaborada

Como o tempo que resta até dezembro é curto para grandes reformas, é interessante buscar um profissional qualificado para planejar as mudanças que podem ser feitas e dar início às obras. Lembrando que, quem quer uma obra mais completa e/ ou complexa, o melhor a fazer é deixar para outra época do ano. A questão não é correr contra o tempo, mas usá-lo a favor, para evitar estresse e ter a sua casa prontinha para receber os convidados e passar bons momentos com eles.

De acordo com o arquiteto Glaucio Gonçalves, “o fim do ano é uma época boa para fazer aquela reforma desejada, pois é possível economizar na compra de revestimentos, material de construção e mobiliário. Isso porque há muitas promoções no comércio”. Antes de tudo, é preciso ter em mente qual é o orçamento máximo disponível, para evitar que as obras sejam paralisadas por motivos financeiros. Contar com o auxílio de um arquiteto ajuda a evitar imprevistos, erros e transtornos em todas as fases do processo. E esse profissional também ajuda a não gastar mais que o necessário.

Para te ajudar a realizar o seu sonho da casa reformada e redecorada para o fim de ano, Gonçalves afirma que antes de iniciar as obras, é importante ter um projeto aprovado, que pode ser um pouco mais aprimorado, até em 3D. Tudo deve estar bem definido e bem planejado.

“Dependendo do tamanho do imóvel, é possível fazer uma reforma mais elaborada, e em mais de um cômodo e fazer marmoraria, marcenaria completa e o revestimento de um banheiro todo, por exemplo, entre outras mudanças mais complexas, sem comprometer o prazo de entrega da obra”, sublinha o arquiteto. Para não trazer transtornos aos moradores da casa, é interessante que a transformação seja feita em um cômodo por vez, completa.

Com o tempo mais curto, o projeto a ser feito é mais simplificado. No máximo, umlayout do ambiente ou espaço. “Eventualmente, dá para fazer a execução de móvel em marcenaria, mas que seja pequeno e mais simples”, destaca. “Entre algumas mudanças mais simples, é possível fazer a troca de revestimentos, como porcelanato, desde que não seja numa área muito ampla. Se for num ambiente de tamanho médio, ainda é tranquilo”, observa o aquiteto.

“Ao fazer compras em lojas físicas ou virtuais, prestar atenção nos prazos de entrega. Afinal, não faz sentido querer uma reforma imediata e ficar esperando material e móveis que vão demorar a chegar. Isso gera estresse e atrasa o cronograma”, explica.

Para finalizar, Gonçalves sugere evitar fazer mudanças no projeto no decorrer da reforma, a não ser que sejam imprescindíveis. Do contrário, elas atrasam o trabalho e comprometem os prazos do cronograma e entrega. Por isso, é importante a conversa e o alinhamento entre o profissional e o cliente para montar um planejamento consistente.

Colunas

Curitiba recebe exposição fotográfica de Marina Klink

Registros da Antártica representam o olhar significativo da fotógrafa sobre as riquezas naturais do planeta

Continue lendo

Síndico erra, todos pagam

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Projeto incentiva o hábito da leitura

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteto dá dicas de decoração da casa para o fim de ano

Dependendo do tamanho do imóvel, é possível fazer uma reforma mais elaborada

Continue lendo

Lançamento do livro “Reflexões de Clodoaldo”

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Súmula confirma convenção

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017